13 de Julho de 2018

Vereador e dois funcionários da Câmara de Rio Verde são acionados por superfaturamento

Investigações do Ministério Público mostraram que envolvidos tinham contratos superfaturados com uma empresa de locação de carros, que também está sendo acionada

Um vereador e outros dois funcionários da Câmara Municipal de Rio Verde, a 238 quilômetros de Goiânia, estão sendo acionados pelo Ministério Público de Goiás (MPGO), por superfaturamento. As investigações mostraram que envolvidos tinham contratos superfaturados com uma empresa de locação de carros, a Abobrão Locadora Ltda, que também está sendo acionada.

Segundo o MPGO, estão sendo acionados o vereador Iran Cabral (PR); o presidente da Comissão de Licitação do Legislativo municipal, Everton Lima; o controlador interno Temístocles Cruvinel, todos membros da Câmara. Além disso, a Abobrão também é alvo de uma ação, bem como seu representante  Wilson Gouveia.

De acordo com o Ministério, os quatro acionados possuem responsabilidade em atos de improbidade administrativa, decorrentes da assinatura de contrato emergencial entre a prefeitura e a empresa no aluguel de 29 veículos. O documento assinado com a Abobrão teria resultado em prejuízo estimado em R$ 14.500,00 por mês, o que representou até o mês passado, cerca de R$ 300 mil aos cofres públicos.

As investigações conduzidas pelo MPGO dizem respeito ao Contrato Emergencial n° 17/2016, com a empresa Abobrão, com prazo de 90 dias, prorrogável por igual período, mas que vigorou até março do ano seguinte. Para garantir o contrato, a equipe de licitação promoveu três cotações com empresas locadoras de carros, mas deixou de consultar as demais participantes do processo.

Para que o valor seja ressarcido aos cofres públicos, o promotor de Justiça Márcio Lopes Toledo solicitou também o bloqueio imediato de R$ 852.635,58 dos bens dos acionados.

Mais Goás

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora