27 de Outubro de 2017

Ex-presidente do PSDB preso

A Operação Alicerce, conduzida pelo Ministério Público de Goiás, desarticulou uma quadrilha que fraudava inscrições em programas de moradia popular que tinham convênio com a Agência Goiana de Habitação (Agehab)

Já está virando rotina presidentes do PSDB em Goiás presos por corrupção. Desta vez, o aliado do governador Marconi Perillo (PSDB) que vai para atrás das grades é o ex-vereador Maurício Beraldo, que presidiu o PSDB metropolitano entre 2013 e 2015.

A Operação Alicerce, conduzida pelo Ministério Público de Goiás, desarticulou uma quadrilha que fraudava inscrições em programas de moradia popular que tinham convênio com a Agência Goiana de Habitação (Agehab).

Foram cumpridos oito mandados de prisão temporária, sendo que um deles é Beraldo, ex-chefe  de Gabinete de Gestão da Agehab. Foram cumpridos também nove mandados de busca e apreensão, quatro de condução coercitiva e sequestros de bens no valor de até R$ 2 milhões.

De acordo com o MP, entre 2002 e 2016, houve movimentação de R$ 1,2 milhão nas contas de uma associação que não teria fins lucrativos. Além disso, foram efetuados vários saques de até R$ 50 mil para o chefe da quadrilha desbaratinada hoje.

A impressão que fica é que ex-presidente do PSDB preso está virando moda. O primeiro foi Afrêni Gonçalves, um dos acusados na Operação Decantação, que apurou denúncias de corrupção na Saneago. Agora, foi a vez de Beraldo. Quem será o próximo?

Goiás Real

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora