31 de Julho de 2018

Enel corta energia do Olímpico, ginásio e autódromo

Servidores também podem ter atrasos de salário neste ano

A companhia Enel, ex-Celg, deixou no escuro o ginásio Rio Vermelho, estádio Olímpico e Autódromo de Goiânia. A companhia alega falta de depagamento por parte do Estado.

A gestão José Eliton (PSDB) enfrenta forte déficit nas contas e há expectativa de atraso no pagamento do servidor ainda neste ano.

Goiás Real

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora