23 de Novembro de 2017

Baldy recebeu doação de irmão de Cachoeira

Segundo a Folha, uma empresa ligada ao irmão de Cachoeira doou R$ 450 mil para a campanha de Baldy

A ficha corrida do goiano Alexandre Baldy, novo ministro das Cidades, fica cada dia mais extensa. De acordo com a edição desta quarta-feira (22) do jornal Folha de S. Paulo, o goiano recebeu doações de campanha de um dos irmãos do bicheiro Carlinhos Cachoeira, reforçando ainda mais seu laço com o líder do esquema de jogos de azar.

Segundo a Folha, uma empresa ligada ao irmão de Cachoeira doou R$ 450 mil para a campanha de Baldy. Marcelo Límirio, que é sogro de Baldy, deu R$ 1,2 milhão. Segundo reportagem da Folha, o empresário, que já controlou a Hypermarcas, tem relação “pessoal e econômica” com o bicheiro, reforçando ainda mais a proximidade do trio.

Outros detalhes reforçam o “currículo” de Baldy, que foi classificado como “menino de ouro” de Cachoeira. Marcelo Limírio é réu ao lado do bicheiro em um processo de improbidade administrativa no Estado.

Além disso,  Baldy foi citado recentemente na Operação Lava Jato como membro da turma do ex-deputado Eduardo Cunha, que está preso por participação no esquema de corrupção.

Para terminar, a saída de Baldy da Câmara coloca o suplente Sandes Júnior (PP) no Congresso. Sandes também é mais um enrolado com Cachoeira, tendo usado até o famoso telefone Nextel destinado às pessoas mais próximas do bicheiro. Em conversas, o mais novo deputado federal de Goiás foi gravado pedindo “sete mil conto” para pagar uma pesquisa e mais R$ 150 mil para pagar despesas do time de futebol do filho.

Goiás Real

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora