01 de Agosto de 2018

Contação de histórias é coisa séria

Escritoras e contadoras de histórias querem viabilizar a primeira pós-graduação da área em Uberlândia. Projeto é tocado por rio-verdense

A contação de histórias é uma das práticas mais remotas que se tem registro da humanidade. As pessoas contam histórias desde o início do desenvolvimento das habilidades de comunicação e da fala. Elas promoviam, e promovem até os dias de hoje, momentos de união, confraternização, trocas de experiências, além de ajudar a passar o tempo e vencer o tédio.

No entanto, como em qualquer área, é importante que o profissional interessado busque aperfeiçoamento contínuo. “Cada vez mais, cresce a demanda por profissionais capacitados que possam despertar o imaginário de nossas crianças. As escolas necessitam do despertar para o lúdico e a interação através das contações e dos livros”, afirmou a escritora Leda Gonzaga.

Leda, natural de Rio Verde (GO), já radicada em Uberlândia há muitos anos, é autora de livros infanto-juvenis e contadora de história e junto com a escritora e curadora literária Fernanda de Oliveira idealizou o projeto “Janela da Literatura Encantada”. Da ação que leva minibibliotecas em forma de janelinhas, e além disso, oferece oficinas, contações de histórias para as crianças e educadores, vislumbrou outros desdobramentos.

Entre eles, a necessidade de cursos de  aperfeiçoamento para contadores de história da região, por isso tiveram a ideia de propor o primeiro curso de pós-graduação na área, em Uberlândia. A Arte de Contar Histórias, que Leda e Fernanda encabeçam junto com a escritora Lenora Acciolly, terá ainda parceria com os Amigos das Histórias, com sede em Brasília (DF).

A primeira turma do curso em Uberlândia tem ainda a parceria da Faculdade FAC/DF, credenciada do MEC, e carga horária de 540 horas. Os encontros serão realizados de dois em dois meses, são presenciais e com datas previstas para todo o 3º final de semana de cada mês.

“Ao trabalhar com a profissionalização dos contadores de histórias valorizamos também a profissão, por isso queremos muito viabilizar essa pós”, disse Fernanda.

Interessados podem entrar em contato pelos telefones: (34) 99179-5556 e (34) 9929-2781.

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2018 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora