20 de Agosto de 2012

Dia 27 de agosto - Dia do Psicólogo

Uma homenagem da psicóloga Kátia Beal e do Rio Verde Agora

No dia 27 de agosto é comemorado no Brasil o Dia do Psicólogo. São 50 anos da profissão no Brasil, mas a psicologia tem um pouco mais de um século como ciência, desde seus primeiros estudos em 1879 na Alemanha. Desde então a Psicologia só tem crescido, ocupando espaços e desenvolvendo novos projetos de atuação profissional.

O psicólogo busca compreender o comportamento e o pensamento das pessoas que possuem algum tipo de problema ou transtorno psicológico e também para quem busca autoconhecimento. Para tanto, utiliza métodos e técnicas de acordo com sua especialidade, com o objetivo de promover a saúde mental do indivíduo para que este possa ter uma vida com mais qualidade. Isso quer dizer que, com a resolução dos problemas as pessoas podem ter um melhor relacionamento social, familiar e consigo mesmo (com seus pensamentos, desejos e sentimentos).

Todo o trabalho do psicólogo é baseado em estudos e comprovações científicas, seja qual for a área de atuação.  

Existem várias áreas de atuação e especializações na psicologia: Psicologia Clínica, Psicologia Organizacional (do trabalho), Psicologia Escolar, Psicopatologia, Psicologia Forense (Jurídica), Psicopedagogia, Psicologia Esportiva, Psicologia Social, Psicologia Hospitalar, entre outras.

A atuação do psicólogo é fiscalizada pelo Conselho Regional de Psicologia (CRP) e todo psicólogo para poder exercer sua profissão deve ter seu registro e estar em dia com seus deveres e obrigações.

Para quem anda pensando em seguir essa profissão, algumas questões podem ajudar a se definir na escolha. Uma delas é saber sobre o seu futuro campo de atuação, ou seja, onde e como poderá trabalhar, e qual a área que mais lhe agrada e que mais tem a ver com seu perfil. É necessário também o gosto pela leitura e pesquisa.

O curso de psicologia (graduação) vai dar, nos períodos iniciais, uma visão dos diferentes aspectos da psicologia: história, teoria e principais correntes, modalidades de trabalho, ramos de atuação e atendimento. Também haverá aulas enfocando matérias sobre saúde, como neurologia e neuroanatomia, por exemplo.

Uma orientação do curso, que não se trata exatamente de uma exigência, é que o acadêmico de psicologia faça terapia. Isso com o objetivo do autoconhecimento, pois, para se preparar para ajudar alguém é preciso se conhecer e conhecer o ser humano em todas as suas vertentes. Isso vale também para os psicólogos que estão atuando. Senão, como ajudar efetivamente alguém a compreender seus problemas, se talvez nem eu me conheço direito ou então também tenho algum problema a resolver?

Ainda com relação à faculdade, é mais adiante que o aluno vai se deparar com as disciplinas profissionalizantes e optativas, como problemas de aprendizagem, orientação vocacional, psicologia comunitária, psicologia da terceira idade, e as técnicas e abordagens de terapia (psicanálise, gestalt terapia, psicodrama, terapia cognitivo-comportamental, entre outras). Nesse momento, é hora de optar por uma área de especialização (pós-graduação). Na graduação o estudo é de uma forma generalista, somente na especialização é que se vai aprender com profundidade a abordagem de trabalho escolhida. Por isso, na hora de procurar um psicólogo para fazer terapia é importante buscar um psicoterapeuta especializado.

Como em toda profissão, ser psicólogo exige dedicação, persistência, responsabilidade, comprometimento, ética e principalmente muito amor pelo ser humano. O mais gratificante é a satisfação de ter ajudado alguém a ter uma vida com mais qualidade e a fazer escolhas melhores.

Por Kátia Beal - Especial para o Rio Verde Agora

Compartilhe / Comente

Notícias Relacionadas

« Voltar

Copyright © 2017 - Todos os direitos reservados

Rio Verde Agora